sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Pré-natal masculino, essencial para a saúde da mãe e do bebê

Culturalmente, os homens tendem a não realizarem exames periódicos de saúde, mas antes e durante a gestação, eles são essenciais para a saúde da mãe e principalmente do bebê

pre natal masculino essencial para a saude da mae e do bebe Pré natal masculino, essencial para a saúde da mãe e do bebê
Foto: Thinkstock
Quando se está planejando ter filhos, indica-se que as mulheres façam uma bateria de exames para se certificar de que está com a saúde em ordem e pronta para gerar um bebê, eliminando assim possíveis fatores de risco. Após os 40 anos, esses riscos tendem a crescer, já que a partir dessa idade, as chances da mãe desenvolver uma diabetes gestacional, sofrer eclampsia e do bebê nascer com Síndrome de Down são maiores.
Da mesma maneira, após engravidar, os médicos exigem o pré-natal, uma série de novos exames feitos para garantir que tudo corra bem com a mamãe e com o bebê tanto no período gestacional quanto após o parto.
Nesse cenário, o papel do pai, figura decisiva em todo o processo, por vezes acabava sendo negligenciado, um fato que tende a mudar após estudos e constatações que afirmam que, assim como a mulher, o homem também deve se submeter a exames que investiguem suas condições de saúde tanto no planejamento da gravidez, quanto durante a gestação.

Tal constatação foi feita a partir de um estudo publicado na conceituada revista Nature, segundo o qual, ao contrário do que se imaginava, a participação do homem na concepção de uma criança é muito maior do que se previa. Na pesquisa realizada com 78 famílias, verificou-se que o risco de uma criança ter autismo ou esquizofrenia aumenta de acordo com a idade do pai, principalmente após os 40 anos.
Esse indício reforçou a necessidade de se indicar que homens façam um check-up preventivo para prevenir que qualquer problema de saúde venha a afetar direta ou indiretamente o bebê e a mãe.
Com essa medida, todos saem ganhando. O pai, que ao certificar que está com a saúde em dia fica mais tranquilo para poder criar o seu filho, a mãe, que tem sua saúde preservada nessa fase tão importante e principalmente o bebê que é gerado com a tranquilidade de ter menos riscos de desenvolver doenças transmissíveis.
No Brasil, o Ministério da Saúde pretende estimular os homens a realizarem exames periódicos com maior frequência, através de uma estratégia que se vale desse momento da paternidade. Nessa fase, eles tendem a ficar mais sensíveis e cientes de que sua responsabilidade precisa aumentar para poder criar uma criança. A ideia é aproveitar esse momento para incentivá-los a realizarem os exames para garantir que possam ter mais saúde e tranquilidade para criar os filhos que estão prestes a chegar e que precisarão deles por toda a vida.
O pré-natal masculino é um conjunto de exames preventivos que são feitos durante o planejamento de uma gravidez ou durante a gestação, junto com o pré-natal feminino. Entre os exames realizados estão o de sorologia e de sangue, que identificam doenças sexualmente transmissíveis como sifílis, HIV e hepatite, doenças que podem passar tanto para a mulher quanto para o bebê.
Ao identificar qualquer uma dessas doenças antes de engravidar, o casal pode se prevenir realizando algum tratamento que diminua o risco de contágio para o bebê ou até repensar se querem ter o filho, já que dependendo da gravidade, a criança pode nascer com graves sequelas e até morrer. Se a identificação for feita durante a gestação, os riscos são maiores, mas o simples fato de ter identificado a possibilidade de contágio, já ajuda a tomar medidas de prevenção de contágio antes que o bebê venha a nascer.
Também são realizados exames de hipertensão arterial, diabetes e colesterol, e outros como exames preventivos de próstata são indicados como cirurgias de fimose, vasectomia, entre outros, dependendo do caso, e os futuros papais também são incentivados a participar do pré-natal das respectivas parceiras, acompanhando-as em suas consultas e participando de aulas que abordam os cuidados básicos com o bebê como alimentação e higiene.

O projeto check-up masculino ou pré-natal do parceiro, como vem sendo chamado, já está presente em grandes estados do Brasil como São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, entre outros, e aos poucos vai se difundindo por outras cidades em um processo que tende a ser lento, já que culturalmente os homens são mais resistentes a irem aos médicos e quando vão, já estão com o problema em estágio avançado.
O mais importante de tudo isso é saber que com saúde não se brinca, nem com a sua e nem com a de ninguém. Portanto, se estiver pensando em ter um filho, converse com o seu parceiro e convença-o a realizar todos os exames necessários junto com você para garantirem uma gestação tranquila, afinal, para qualquer família, nada é mais importante do que a saúde dos filhos, e com saúde, vocês estarão sempre prontos para enfrentar e curtir todas as outras fases que virão. Cuidem-se!
Por Daniela Azevedo (Dicas de Mulher)

Nenhum comentário: