Cada vez mais utilizados, os adoçantes dietéticos são produzidos a partir de edulcorantes, substâncias naturais ou artificiais responsáveis pelo sabor doce. Na verdade, os adoçantes foram desenvolvidos para diabéticos, que necessitam evitar o consumo de açúcar na alimentação, não aumentando descontroladamente a glicemia no sangue. No entanto, hoje, a substância é queridinha também dos que precisam cortar o doce para emagrecer.
Os adoçantes são classificados em dois grupos: os não calóricos e os calóricos.
Os não calóricos são: sacarina, ciclamato, aspartame, acessulfame e estévia. Já os calóricos são a frutose, o xylitol, o sorbitol e o manitol.

Flávia Palombini (Nutrição e Beleza)