A compulsão alimentar é caracterizada pela ingestão exagerada de alimentos, perda de controle sobre o que está sendo ingerido e em que quantidade. A caracterização mais importante da compulsão alimentar é que o ato de ingerir alimentos é, na maioria das vezes, independente da sensação de fome ou da necessidade física, ou seja, a pessoa que tem episódios de compulsão alimentar não necessariamente está com muita fome ou está há muito tempo sem comer.
Algumas pessoas, inclusive, podem se sentir mal por tamanha ingestão de alimentos.
A compulsão alimentar pode ser diagnosticada em pessoas de diferentes faixas etárias, classes sociais e de ambos os sexos. Sua principal consequência é o aumento de peso, que acaba por se tornar prejudicial em outras dimensões da saúde do indivíduo.
A fome que não passa pode ser causada por uma falha no mecanismo hormonal entre a Grelina, que é o hormônio que gera a fome, e o GLP1 que é o hormônio que confere saciedade.

Flávia Palombini(Nutrição e Beleza)