As frutas cítricas podem ser consumidas ao natural ou transformadas em compotas, geleias, bebidas e licores. Quando fresco, o suco contém alto teor de vitamina C, ácidos orgânicos, flavonoides e açúcares, sendo muito eficaz no combate a resfriados e à fragilidade capilar.
A “C” é uma das 13 vitaminas necessárias ao funcionamento do organismo, e está presente em todas as frutas cítricas, tornando-se popular em virtude do seu papel como antioxidante e por ter potencial de proteção contra algumas doenças. Essa vitamina é capaz de nos fornecer diversos benefícios como: promover o aumento de resistência às infecções, auxiliar na absorção do ferro, ajudar na recuperação de fraturas e na cicatrização de feridas.
As cascas das frutas cítricas possuem óleos essenciais, que são obtidos por meio de prensagem. Estes óleos são formados por moléculas chamadas de monoterpenos, que penetram facilmente nos tecidos humanos com poderosa ação solvente de gorduras. Dentre eles destaca-se o d-limoneno, que tem propriedades anticancerígenas, poder de solvência de cálculos renais ou vesicais e ainda possui propriedades que promovem a desobstrução de veias.
O consumo dessas frutas é também uma boa alternativa para perda de peso, pois elas têm propriedades capazes de reduzir a absorção de gorduras e açucares pelo organismo, além de aumentarem a sensação de saciedade, podendo ainda serem benéficas no tratamento de problemas circulatórios como varizes, pernas cansadas, gastrites e úlceras.

Flávia Palombini (Nutrição e Beleza)