segunda-feira, 7 de maio de 2012

PREFEITO E VICE DE TABIRA ESTIVERAM PRESENTES NO ENCONTRO SOBRE A SECA EM AFOGADOS.

 
(LEIA AQUI AS PRINCIPAIS MEDIDAS CONTRA A SECA E AS COBRANÇAS DE DINCA)

Por Dedé Rodrigues.
O Prefeito Dinca Brandino e o Vice-prefeito Joel Mariano, juntamente com o Secretário de Agricultura de Tabira Junior, estiveram presentes no encontro dos prefeitos com o Secretário de Agricultura de Pernambuco Ranilson Ramos que ocorreu no dia 05 de maio de 2012 em Afogados da Ingazeira. Conforme informações colhidas da Assessoria de comunicação da Secretaria do Estado, pelo blogueiro Vaner Leandro, o Governo de Pernambuco foi o primeiro dos nove Estados do Nordeste a publicar o Decreto que instituiu o Comitê Integrado de Combate à estiagem. O Governo do Estado ampliou de 590 para 800 o número de carros pipas e liberou em caráter de emergência 36 milhões para a operação pipa. As informações dão conta de que o governo Federal está liberando 168 milhões para realização de obras estruturadoras em Pernambuco – Perfuração e instalação de 1.400 poço, implantação de 1.100 sisternas de abastecimento d’água simplificados, construção de 400 barragens e a liberação do Bolsa Estiagem no valor de 400,00. Conforme o documento que temos em mãos está sendo aberta uma linha de crédito para criadores que será operacionalizada pelo Banco do Nordeste de até 12 mil reais para os pequenos produtores com juros de 1% ao ano e de até 100 mil reais para médios produtores com juros de 3,5% ao ano. A outra boa notícia é que será antecipada a primeira parcela, das cinco que existem, do garantia safra para junho deste ano no valor de 136,00.
AS COBRANÇAS DO PREFEITO DINCA.
O Prefeito Dinca Brandino, ao lado do vice Joel, Solicitou à Compesa presente a retomada do abastecimento para comunidades com água da Barragem do Travessão e Boa Vista, cuja distribuição foi cortada há 15 dias. Solicitou também a perfuração de vinte poços e afirmou ter áreas onde há água, mas necessita de tubulação para levar a comunidades do município. O prefeito ainda disse que tem os recursos para construir uma grande Barragem na Azeitona, mas o CPRH ainda não deu a licença ambiental. Consta das informações que temos que Dinca ainda cobrou a agilização da obra da grande barragem da Cachoeirinha de Tabira, dizendo que “a obra não tem pai ou dono, o dono é o povo que paga imposto e tem direito a ela, cabe aos gestores cobrarem como sempre fiz”. Dinca ainda cobrou também liberação de recursos para instalar dessalinizadores, pois a água da maioria dos poços artesianos de Tabira é salobra, imprópria para o consumo humano.
Tabira em Tempo

Nenhum comentário: