segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

VEJA REPORTAGEM DA TV PARAÍBA:

O estupro das mulheres era "presente" de aniversário! Confira a reportagem:
As polícias Civil e Militar da Paraíba prenderam, na manhã desta segunda-feira, nove suspeitos de estuprar um grupo de mulheres e executar duas delas no fim de semana em Queimadas, no agreste paraibano. O crime ocorreu no início da madrugada de domingo durante uma festa organizada por dois irmãos, Luciano e Eduardo dos Santos - os quais, segundo a polícia, teriam premeditado tudo.
De acordo com o delegado regional André Rabelo, os irmãos confessaram, depois de presos, que a festa de aniversário foi montada na própria casa com o intuito de atrair as mulheres ao local do crime. "O objetivo principal do Eduardo era o de estuprar Isabela, a quem estaria assediando sem sucesso há certo tempo", disse ele.
Para realizar seu intuito, Eduardo teria combinado com o irmão e pelo menos outros seis homens um suposto assalto. No início da madrugada de domingo, quatro homens armados e encapuzados invadiram a festa, trancaram seis mulheres em um quarto e abusaram sexualmente de todas. Segundo a polícia, os quatro suspeitos tiveram auxílio de mais dois homens que já estavam na festa para levar as mulheres para o quarto. Depois que as vítimas foram trancadas, Luciano e o irmão também teriam ido até o aposento para participar do estupro.
Após terem cometido o crime, os supostos assaltantes fugiram em dois carros levando como reféns a secretária Michelle Domingos, 29 anos, e a professora Isabela Pajuçara, 28 anos. A primeira foi encontrada morta com quatro tiros em frente a uma igreja no centro de Queimadas; a segunda, dentro de um veículo em uma estrada que liga Campina Grande a Fagundes. Isabela morreu com três tiros. "Tudo estava correndo como eles haviam planejado, mas antes de serem estupradas, Isabela e Michelle reconheceram os irmãos, por isso foram mortas", afirmou o delegado.
Além dos irmãos que teriam planejado o crime, foram presos Luan Barbosa do Nascimento, Jacó de Sousa, Everton da Silva Santos e Diego Rego Domingues, que foram autuados em flagrante e encaminhados ao presídio do Serrotão, em Campina Grande. Também foram apreendidos três adolescentes.
As prisões foram feitas por um grupo de 60 policiais civis e militares de Campina Grande. Com os detidos, a polícia encontrou uma pistola .40 com munição, uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e uma pistola de pressão. O crime está sendo investigado pela delegada titular da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Delegacia de Homicídios), Cassandra Maria Duarte Guimarães.
Tv Web Sertão


Nenhum comentário: