segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

SERRA TALHADA, TABIRA E AFOGADOS PRECISAM MUNICIPALIZAR TRÂNSITO, DIZ REPRESENTANTE DE COMITÊ

Coordenador do Comitê Estadual de Acidentes com Motos em Pernambuco, o médico João Veiga, afirmou em entrevista à Rádio Pajeú que os gestores  de cidades onde a municipalização do trânsito ainda não chegou precisam esquecer o receio de desagradar alguns em detrimento da maioria da população.
Ele comemora a redução de pacientes graves que deram entrada nas emergências do estado em 25%, “Mas é necessária a participação de municípios. Você ser gestor de uma cidade não é fácil. Não pode ser bonzinho para todos”.  
Veiga dá  como exemplo o desordenamento urbano em cidades como Afogados da Ingazeira. “Quando uma calçada é ocupada população vai para rua e é atropelada, como acontece com a Avenida Kennedy em Olinda. Vão para a via, são atropeladas e mortas. Falta de disciplinamento da Prefeitura que é responsável direta”.
Em Afogados, congestionamentos e desrespeitos às leis são comuns
Em Serra Talhada, não municipalizar o trãnsito beira o absurdo
Ele dá como exemplo os dados estatísticos:  43% das pessoas que tem carro e moto não pagaram nem DPVAT nem IPVA. E 77% dos pacientes motociclistas de Afogados que  dão entrada em unidades de emergência não tem habilitação.
Esclarece também o Dr João Veiga que o processo de municipalização não é bicho de sete cabeças,sendo feito no Setran. No Pajeú, é inconcebível que cidades como Serra Talhada, Afogados da Ingazeira e Tabira não tenham seu trânsito municipalizado.  


Por Nill Júnior

Nenhum comentário: